Dilma Rousseff é uma morta-viva no governo. Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral rejeitaram por unanimidade nesta semana o recurso do PT para impedir o depoimento de Ricardo Pessoa no âmbito da ação movida pelo PSDB, que pede a cassação do mandato de Dilma por abuso de poder político e econômico durante a campanha eleitoral de 2014. O dono da UTC vai depor no dia 14 de julho; e a derrota deixou o PT em alerta, como informou a Folha nesta sexta-feira. Dos sete ministros do TSE, três tendem hoje a votar contra o governo (Gilmar Mendes, Dias Toffoli e João Otávio de Noronha) e três a favor (Luciana Lóssio, Henrique Neves e Maria Thereza Assis Moura). O placar pró-Dilma no tribunal estaria por um voto: o do ministro Luiz Fux, que, no mensalão, surpreendeu e condenou todos os réus. Leia mais>>