Em Poções o clima político ainda é tenso após as Eleições 2016. O prefeito eleito foi Leandro Araújo Mascarenhas (PTB), mas o grupo liderado pelo ex-prefeito Otto Wagner Magalhães (PCdoB) tem recorrido a Justiça Eleitoral para tentar mudar o resultado das urnas alegando irregularidades, cujo processo tramita no Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia (TRE-BA). Em Vitória da Conquista, na tarde desta sexta-feira (22), Léo falou sobre essa situação ao BLOG DO ANDERSON. “Um processo que não tem nem porquê. A gente conversando com os advogados, os advogados acham até graça com um negócio desse. Fosse assim tem vereadores lá que também tiveram as contas rejeitadas e iam estar afastados hoje de 7 a 0”,disse o petebista de 37 anos. “Então a gente escuta muita conversa da oposição, mas sempre não vemos nada acontecer. É só conversa, só querendo fazer bagunça, mas Leandro é prefeito de Poções e vai cumprir o seu mandato os quatro anos”, disparou. Petebista, Léo deve ser um dos cabos eleitorais para a reeleição do governador Rui Costa nas Eleições 2020.