Após ter se manifestado através de um vídeo contra o candidato de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência da República, a cantora Marília Mendonça recebeu ameaças e decidiu apagar a gravação publicada em seu perfil no Instagram. Em uma nova publicação, a sertaneja postou uma foto em que aparece ao lado da mãe e do irmão e lamentou o ocorrido após seu posicionamento aderindo à campanha “Ele Não”. “Essa sou eu, aquela é minha mãe e aquele é meu irmão. Minha família é constituída dessas 3 pessoas, que juntas acreditaram nas promessas de Deus e nos seus sonhos. Eu sou uma menina de 23 anos, cheia de amigos das mais variadas formas e conceitos que sempre respeitou o seu espaço, e construiu com apenas algumas boas torcidas e muita fé, o que tenho hoje. Em uma noite, tudo o que foi construído com amor e carinho foi apagado na mente de algumas pessoas. Me sinto mal e minha cabeça dói por imaginar que anos de luta se basearam nisso, no final das contas”, iniciou.

“Deixo aqui o meu pedido de desculpas a todas as mulheres que acreditei estar defendendo naquele momento. Deixo aqui o meu pedido de desculpas a todos os homens, por em um instante de loucura acreditar que uma opinião não feriria vocês. Eu realmente achei que poderia. Minha mãe tem recebido ataques tanto quanto o restante da minha família que nem compartilham da mesma opinião que a minha”, continuou.

“Deixo aqui essa mensagem e o meu profundo silêncio em qualquer questão que seja política. A gente pede encarecidamente PAZ! É isso que eu busco! Não posso opinar já que não sei do que o Brasil precisa! Tá na mão de vocês, galera! Boa sorte a todo mundo! Que Deus nos abençoe!”, finalizou Marília Mendonça.