DALLAS – Na mesma coletiva de imprensa em que saiu em defesa do filho Flávio Bolsonaro nesta quinta-feira, em Dallas, no Texas, o presidente Jair Bolsonaro a atacou a imprensa e sugeriu que uma repórter deveria voltar “numa faculdade que preste” para fazer “um bom jornalismo”. A profissional havia questionado o presidente sobre o perfil das universidades brasileiras mencionadas por ele como expoentes na pesquisa acadêmica do Brasil . Inicialmente, Bolsonaro afastou as críticas de acadêmicos, que têm reclamado sobre o possível impacto nas universidades a partir dos cortes na Educação — o bloqueio no orçamento foi objeto de protesto em todos os estados na quarta-feira . Segundo o presidente,  “entre as 250 melhores universidades do mundo não tem nenhuma brasileira”, o que inviabilizaria as colocações sobre as pesquisas. Bolsonaro disse que “pesquisa até temos, na Mackenzie, no IME, no ITA, em poucas universidades”.