Anuncie aqui!

Lula segue à frente da corrida presidencial, mostra Datafolha

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está preso na Polícia Federal de Curitiba há dois meses, mesmo assim, segue na liderança da corrida presidencial deste ano, com 30% das intenções de voto, como mostra a mais recente pesquisa Datafolha, divulgada no início da madrugada deste domingo, 10. Sem o petista na corrida presidencial, o deputado Jair Bolsonaro (PSL) continua à frente dos concorrentes, com 19%, seguido de Marina Silva (Rede), que oscila entre 14% e 15%, Ciro Gomes (PDT), que oscila entre 10 e 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 7% e Alvaro Dias (Podemos) com 4%.

Compartilhe essa notícia:

Ministro diz agora que redução de R$ 0,46 no diesel nos postos ‘não é imediata’

Em entrevista ao “Jornal da CBN” na manhã desta quarta-feira (6), o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) disse que a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel para o consumidor “não é imediata”. Segundo Padilha, a diminuição do valor até esse nível depende de os postos de combustível esgotarem o estoque de diesel comprado antes de 1º de junho, quando a Petrobras ainda não havia reduzido o preço nas refinarias. Outro fator para se chegar aos R$ 0,46, de acordo com o ministro, é os estados aplicarem a redução do valor do diesel na pauta de tributação (tabela) do ICMS (tributo estadual). Ele afirmou que isso deve acontecer até o dia 15.

Continue Lendo

Compartilhe essa notícia:

Petrobras eleva preço da gasolina em 2,25% nas refinarias

A Petrobras anunciou a elevação de 2,25% no preço da gasolina comercializada nas refinarias. Com a alta, o litro da gasolina A nas refinarias passará de R$ 1,9671 para R$ 2,0113, a partir deste sábado (2), segundo informou a companhia. Trata-se da 2ª alta seguida após uma sequência de 5 quedas. Na quarta-feira, a estatal havia anunciado aumento de 0,74% no preço da gasolina. Na terça-feira, os preços tinham sido reduzidos em 2,84%. Desde o início de maio, já foram anunciadas 14 altas e 6 quedas no preço da gasolina. Leia +…

Compartilhe essa notícia:

Uma nova paralisação na segunda-feira só depende do governo; veja o vídeo do representante dos caminhoneiros

Compartilhe essa notícia:

Michel Temer autorizará militares a tomar e dirigir caminhões para liberar estradas

O governo informou que um decreto será assinado nesta sexta-feira a fim de viabilizar o emprego das forças federais para desbloquear rodovias fechadas pelo movimento dos caminhoneiros. O anúncio do uso das forças federais – que segundo a assessoria do Planalto inclui Forças Armadas, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança – foi feito pelo presidente Michel Temer em pronunciamento no Palácio do Planalto. O governo informou que já entrou em contato com governadores, para que as polícias militares também sejam utilizadas na operação para desbloquear rodovias estaduais Em razão da paralisação, faltam alimentos em supermercados e combustível em postos de gasolina. O transporte coletivo em diversas cidades foi afetado, indústrias pararam atividades e voos começaram a ser cancelados por falta de combustível nos aeroportos.

Continue Lendo

Compartilhe essa notícia:

Quem são e o que querem os caminhoneiros que estão parando o país?

Linhas de ônibus suspensas no Rio de Janeiro, ameaça de falta de querosene de aviação em aeroportos de cinco capitais, falta de combustíveis nos postos de Recife (PE) e possibilidade de caos no transporte público de São Paulo. São três dias de paralisação de caminhoneiros, e efeitos como estes são sentidos em vários Estados brasileiros.

No começo de quarta-feira, ministros deram declarações afirmando que os efeitos da greve não eram tão profundos. À tarde, no entanto, Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e Valter Casimiro (Transportes) receberam organizações ligadas à categoria. Antes do encontro, o próprio presidente Michel Temer discutiu o assunto com Padilha e com o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, além do secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, e os instruiu a pedir uma trégua de três dias aos caminhoneiros para que pudesse ser encontrada uma solução.

Continue Lendo

Compartilhe essa notícia:

Preço da gasolina chega a R$ 9,99 em Brasília

Em meio à greve nacional dos caminhoneiros, que comprometeu o abastecimento de combustíveis em todo o país, empresários tentaram maximizar os lucros à custa da população em Brasília, na noite desta quarta-feira (23). Postos de Águas Claras e Planaltina reajustaram o preço da gasolina. O valor saltou para exorbitantes R$ 9,99 por litro. A medida irritou os motoristas que passavam pelo Posto JR, na Quadra 301 de Águas Claras. Pouco antes de 0h30, o posto foi fechado, com as bombas registrando R$ 5,99. Em Planaltina, a redução foi menor e o estabelecimento “baixou” para R$ 8,99. Na quarta-feira (23), a Justiça proibiu o bloqueio de caminhoneiros na distribuidora da Petrobras no SIA. A Polícia Militar negociou a saída de 16 caminhões com combustíveis, mas 20 minutos depois, a escolta foi cancelada. Manifestantes disseram que os motoristas que estavam na distribuidora não quiseram sair.

Compartilhe essa notícia:

Desfalque Sério na Seleção Brasileira: Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo. Após visitar o jogador no PSG e pedir exames complementares, o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, constatou que é impossível o jogador se recuperar em tempo de participar do torneio. Mesmo que daqui a três semanas, prazo estipulado para uma reavaliação, se conclua que a cirurgia não é necessária, ele ainda demoraria pelo menos outras seis semanas para ter condição de treinar normalmente. A CBF confirmou a notícia na tarde desta sexta-feira em seu site oficial e desejou a Dani Alves “uma pronta recuperação para que sua técnica, raça e liderança estejam de volta ao serviço da Amarelinha o mais breve possível”. Leia +..

Compartilhe essa notícia:

ENEM: inscrições começam segunda-feira

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) começam às 10h de segunda-feira (7) e vão até o dia 18 de maio. Mesmo os candidatos que pediram isenção da taxa de inscrição no Enem devem se inscrever, na Página do Participante. O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, pode ser feito até o dia 23 de maio, nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios. Leia a íntegra.
Compartilhe essa notícia:

Lei que aumenta pena para motorista bêbado entra em vigor

Entra em vigor nesta quinta-feira a lei que ampliou as penas mínimas e máximas para o motorista de veículo automotor que provocar, sob efeito de álcool e outras drogas, acidentes de trânsito que resultarem em homicídio culposo (quanto não há a intenção de matar) ou lesão corporal grave ou gravíssima. A nova legislação, sancionada pelo presidente Michel Temer em dezembro do ano passado, modificou artigos e outros dispositivos do Código Brasileiro de Trânsito (Lei 9.503/1997). Antes, a pena de prisão para o motorista que cometesse homicídio culposo no trânsito estando sob efeito de álcool ou outras drogas psicoativas variava de 2 a 5 anos. Com a mudança, a pena aumenta para entre 5 e 8 anos de prisão. Além disso, a lei também proíbe o motorista de obter permissão ou habilitação para dirigir veículo novamente. Já no caso de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena de prisão, que variava de seis meses a 2 anos, agora foi ampliada para prisão de 2 a 5 anos, incluindo também a possibilidade de suspensão ou perda do direito de dirigir.

Continue Lendo

Compartilhe essa notícia:

Por unanimidade, STF decide tornar Aécio Neves réu por corrupção

Por unanimidade, a 1° turma do SFT decidiu acolher a denúncia contra Aécio Neves (PSDB) e tornar o tucano réu pelos crimes de corrupção passiva. O relator do inquérito, ministro Marco Aurélio, recebeu a denúncia contra o senador pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de justiça. Para Barroso, houve a utilização do cargo de senador para a prática de crime. Os ministros Luiz Fux, Marco Aurélio, Alexandre de Moraes e Rosa Weber acompanharam o voto do relator pelo recebimento das denúncias das duas imputações contra o senador, o que já caracteriza unanimidade na turma formada por cinco ministros. Aécio foi acusado em junho do ano passado, em denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR), de pedir propina de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da J&F, em troca de favores políticos, como também de tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato. Além de Aécio, também foram denunciados pela PGR a irmã dele, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB-MG), todos por corrupção.

Compartilhe essa notícia:

MTST invade o tríplex no Guarujá atribuído a Lula

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a Frente Povo Sem Medoinvadiram, na manhã desta segunda-feira, o apartamento tríplex atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Guarujá, litoral de São Paulo. A informação foi divulgada no Facebook pelo ativista Guilherme Boulos, líder do MTST e pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL. “MTST e a Povo Sem Medo acabam de ocupar o triplex do Guarujá, atribuído a Lula por [juiz Sergio] Moro. Se é do Lula, o povo poderá ficar. Se não é, por que então ele está preso?”, escreveu Boulos na publicação, acompanhada de uma foto das faixas do movimento exibidas na sacada do imóvel. // fonte: Revista VEJA.

Compartilhe essa notícia:

Eleições 2018: Lula lidera pesquisa, seguido por Bolsonaro e Marina Silva

O Instituto Datafolha divulgou neste domingo (15) uma pesquisa sobre as eleições presidenciais deste ano comparando diferentes cenários e analisando a chance de os candidatos chegarem ao segundo turno. Pelos dados, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com 31% das intenções de voto, seguido pelo deputado federal Jair Messias Bolsonaro (PSL-RJ), com 15% e pela ex-ministra Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, a Marina Silva (Rede) com 10%. Leia a reportagem da Agência Brasil.

Compartilhe essa notícia:

Cármen Lucia assumirá a Presidência da República na próxima sexta-feira

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, assumirá a Presidência da República na sexta-feira (13). A inusitada situação ocorrerá devido a uma viagem que o presidente Michel Temer fará para o Peru, na mesma data, onde participará da Cúpula das América. Os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado Federal, Eunício Oliveira (MDB-CE), também estarão em missão no exterior no mesmo dia. A Constituição Federal prevê que, quando o presidente da República estiver em visita a outro país, quem assume é o vice-presidente. Como essa figura não existe, a linha sucessória se estende aos presidentes da Câmara, do Senado e do STF. Na ausência de Maia e Eunício, Carmen Lúcia é a sucessora natural da Presidência. Lembrando que com a candidatura de Michel Temer,do Presidente da Câmara e do Presidente do Senado nas eleições 2018,Carmen Lúcia pode assumir o Brasil por 6 meses.

Compartilhe essa notícia:

Desembargador passou caso Lula na frente de 257 processos que estavam na fila do TRF-4

Pela primeira vez na história do Brasil, a justiça é ágil não para promover a justiça, mas, pelo contrário, para promover injustiça. Uma reportagem do site Justificando mostra que houve pressa incomum para julgar o processo contra o ex-presidente Lula. O site mostra os extratos do sistema do TRF-4, em que aparecem 257 processos que estão aguardando julgamento no tribunal e estavam na frente do processo do ex-presidente. Segundo a reportagem, Paulsen pulou todos esses processos para conseguir condenar o ex-presidente no dia 24 de janeiro de 2018. Mais que isso, Paulsen analisou o processo de Lula, que contem milhares de páginas, em apenas 6 (seis!!) dias.

Continue Lendo

Compartilhe essa notícia:

MST bloqueia estradas pelo Brasil em protesto contra a prisão de Lula

O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) bloqueou diversas rodovias pelo Brasil na manhã desta sexta-feira (6) em manifestação contra o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretado pelo juiz federal Sergio Moro. A promessa do movimento é levar os protestos para 50 rodovias federais de ao menos 24 Estados. Leia +..

Compartilhe essa notícia:
Página 1 de 1812345...Última »