Anuncie aqui!

Caso Bebianno: Os áudios que desmentem o presidente Jair Bolsonaro

Nos bastidores da crise que acaba de resultar na demissão de Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República, houve uma intensa troca de mensagens escritas e de áudio, todas via WhatsApp, entre o presidente Jair Bolsonaro e o agora ex-ministro. Nelas, os dois trocam farpas, acusações e se desentendem sobre quase tudo. Desde o início da conversa, o estado de ânimo de cada um é diferente: Bolsonaro mostra-se irritado e impaciente, enquanto Bebianno tenta pacificar as coisas.

Chefe máximo do PCC, Marcola é transferido para presídio federal

O chefe máximo do Primeiro Comando da Capital (PCC), Marcos Williams Herbas Camacho, o Marcola, está sendo transferindo na manhã desta quarta-feira do presídio de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, para uma penitenciária federal. Há cinco no país – em Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Mossoró (RN), Porto Velho (RO) e Brasília (DF). Ainda não se sabe ao certo para onde ele está sendo levado, mas os do Mato Grosso do Sul e do Paraná foram descartados pela proximidade com o Paraguai, onde a facção criminosa tem forte presença. Um forte esquema de segurança com o efetivo das Polícias Militar, Civil e Federal foi montado na região de Presidente Venceslau para realizar a transferência. Além dele, outros 21 presos ligados à facção estão sendo encaminhados para presídios geridos pelo governo federal que não sofrem com problemas de superlotação e tem uma rotina rígida, com horário limitado para banhos de sol e proibição de visitas íntimas.

Pedágio nas BRs 116 e 324 na Bahia pode subir até 25%

Duas rodovias federais que cortam a Bahia, a BR-116 e a BR-324, podem ter reajuste no pedágio em até 25%. Segundo a Folha, a posição é do Ministério de Infraestrutura. Atualmente, o valor cobrado para veículos leves nas duas rodovias no estado é de R$ 2,90. Caso o acréscimo chegue ao reajuste máximo, o pedágio pode chegar a R$ 3,62 na malha destas duas rodovias na Bahia, que chega a 680 km. Segundo o Ministério, os reajustes serviriam para readequar contratos herdados feitos na gestão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ao todo, outras sete rodovias do Sul e Sudeste seriam beneficiadas pelo reajuste. Ainda segundo a Folha, as concessionárias responsáveis pelas estradas alegam desequilíbrio financeiro e dizem não conseguir investir R$ 7 bilhões em obras de melhoria previstas nos contratos.

Ricardo Boechat é a pior perda na Era Bolsonaro

Em qualquer momento, Ricardo Boechat seria uma perda profissional. Ainda mais grave na Era Bolsonaro Ele é de uma geração de que migrou da imprensa escrita e aprendeu os códigos do rádio, da TV e da internet, sempre mantendo o valor da independência. Não era um rostinho bonito no ar. Mas alguém que sabia o valor da notícia e como interpretá-la com rapidez. Sabia encarnar e compartilhar a indignação. A Era Bolsonaro é a era da ameaça ao jornalismo independente. A liberdade de expressão é vista com desconfiança. Somos acusados de ser inimigos do povo, urubus malandros, picaretas. Reportagens incômodas são apontadas como Fake News. Compreensível vindo de um presidente que disse não ter existido censura no Brasil. Nem teria existido, aliás, ditadura. Profissionais como Boechat era um dos melhores guerrilheiros na nossa trincheira a favor da liberdade de imprensa // Por: Gilberto Dimenstein.

“Meu marido era ateu que praticava amor”, diz mulher em velório de Boechat

O velório do apresentador Ricardo Boechat, que morreu nesta segunda-feira (11) após um acidente de helicóptero, foi marcado por muita emoção. A mulher do jornalista, Veruska Seibel, chegou à cerimônia, realizada no Museu da Imagem e do Som (MIS),  em São Paulo, acompanhada pelas duas filhas: Valentina, 12, e Catarina, 10. Quem também estava com ela foi Dona Mercedes, mãe de Boechat. “Obrigada pela força”, declarou Veruska aos jornalistas. “Eu quero falar que meu marido era o ateu que praticava o mandamento mais importante, que era do amor ao próximo. Nunca vi alguém se preocupar a ajudar tanto todo mundo. Agora ele é nosso anjinho. Que Deus me ajude com as nossas filhas. Minha ficha ainda não caiu”, acrescentou ela, emocionada.

Horas antes de morrer, Boechat comentou ‘sucessão de tragédias no Brasil’ na rádio

Uma coincidência infeliz. É assim que se define o que ocorreu nesta segunda-feira (11). O jornalista Ricardo Boechat, morto em acidente de helicóptero, em São Paulo, fez um comentário de quase 10 minutos na rádio BandNews FM sobre a sucessão de tragédias no Brasil em 2019, cerca de duas horas antes da sua própria tragédia. Boechat relembrou os casos de Brumadinho – que deixou 325 mortos, dos quais 160 ainda não foram encontrados – e do Ninho do Urubu – quando 10 crianças da base do Flamengo morreram em um incêndio.

O jornalista alertou para que essas duas tragédias não fiquem no “ôba-oba”. “É preciso que as consequências sejam mais rápidas no campo da polícia, do Ministério Público. Depois é apoiado pelo esquecimento, da nossa velha tradição de deixar para lá e tocar adiante”, afirmou. “Situações que são de responsabilidade do Estado, do campo da prevenção, do legislador, do judiciário. Quando a gente chora, sofre, lamenta o fato ocorrido ontem, a gente parece estar anestesiado ou gostar da anestesia que faz esquecer desse fato tão logo quando surge novo fato de amanhã, que terá o mesmo tratamento”.

Garoto da região, atleta da base do flamengo aparece na TV e alivia amigos e familiares

O garoto Felipe Emanoel, 11 anos, atleta da base do Flamengo apareceu nesta manhã em uma tomada das emissoras de TV do grupo GLOBO, que filmavam o local da tragédia em Vargem Grande no Rio De Janeiro, onde um incêndio causou a morte de seis atletas da base e quatro funcionários do clube. Apesar, da dor da tragédia, a aparição do garoto que é filho do ex-vereador André (Andrezinho), trouxe alívio aos macaranienses que estavam preocupados com a possibilidade de o menino Felipe estar entre as vítimas. Na verdade o alojamento é para atletas da base na idade de 14 a 16 anos. As imagens mostram Felipe Emanoel participando de um momento de oração no local da tragédia. // Informações do Site Revista Geral Bahia.

Goleiro do Flamengo e seleção brasileira é primeira vítima identificada

O goleiro Christian Esmerio Candido, 15 anos, é a primeira vítima com identidade conhecida do incêndio que atingiu o Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, nesta sexta-feira. O UOL Esporte confirmou a informação com pessoas ligadas a base do clube. No Instagram dele os amigos já estão escrevendo “descanse em paz”. O jovem foi convocado para a seleção brasileira algumas vezes e este era um dos orgulhos de sua carreira. Em cada ocasião, ele colocava prints em suas redes sociais com a lista dos chamados. Facebook e Instagram eram repletos de fotos na Granja Comary, local de treinamento da seleção que fica em Teresópolis. Uma das imagens, feita em 11 de dezembro do ano passado, era com o treinador da seleção brasileira Tite. 

Incêndio em CT do Flamengo deixa 10 mortos e três feridos

Um incêndio atingiu o Ninho do Urubu, centro de treinamento do Flamengo, na manhã desta sexta-feira (08) no Rio de Janeiro. O incêndio já foi controlado, mas segundo o Corpo de Bombeiros da cidade há 10 mortos e três feridos – um deles em estado grave. O incêndio atingiu a ala mais velha do CT, que servia de alojamento para as categorias de base e recebia jogadores de 14 a 17 anos de idade. As vítimas estavam dormindo no momento do incêndio, o que teria contribuído para a tragédia. Os bombeiros foram acionados às 5h17 e os feridos foram levados para o hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

Vídeo mostra o momento exato em que barragem da Vale se rompe em Brumadinho

Polícia Federal proíbe Lula de ir a enterro do irmão

A Polícia Federal, atendendo a uma solicitação da juíza Carolina Lebbos, se manifestou a respeito da autorização para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pudesse deixar seu cárcere em Curitiba para ir ao enterro de seu irmão Genival Inácio da Silva, conhecido como Vavá, que ocorre na manhã da quarta-feira 30, em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo. A Lei de Execução Penal permite a qualquer encarcerado deixar a prisão para ir ao enterro de um parente próximo, mas as autoridades brasileiras passaram toda a terça-feira protelando a expedição da autorização, com idas e vindas entre fóruns e tribunais, para ao fim da noite negar o direito previsto em lei, alegando questões de segurança e logística. É que, segundo a Polícia Federal, por questões de segurança, Lula só poderia ser transportado a São Paulo em um helicóptero da corporação. Ocorre, no entanto, que todas as aeronaves deste tipo da PF se encontrariam atualmente em Brumadinho (MG), auxiliando no resgate das vítimas da tragédia da barragem da Vale.

Engenheiros e funcionários da Vale responsáveis por barragem são presos

Dois engenheiros terceirizados da Vale, ligados ao projeto da barragem que se rompeu em Brumadinho, foram presos nesta terça-feira, 29, em São Paulo. Eles são suspeitos de fraudarem laudos técnicos da empresa, permitindo operações na barragem da Mina Córrego do Feijão e atestando sua estabilidade. As ordens de prisão foram expedidas pela Justiça de Minas Gerais. Também foram presos outros três funcionários da Vale diretamente envolvidos e responsáveis pelo empreendimento. Os mandados de prisão temporária têm validade de 30 dias. Outros sete mandados de busca e apreensão também foram cumpridos em Belo Horizonte e em São Paulo, na sede de uma empresa que prestou serviços de consultoria para a mineradora.

Continue Lendo

Urgente: Número de mortos em Brumadinho sobe para 58

O Corpo de Bombeiros confirmou que 58 pessoas morreram em decorrência da queda da barragem 1 do complexo Mina do Feijão, em Brumadinho (MG). Um ônibus foi encontrado na noite deste domingo, mas ainda não há mais informações sobre quantas pessoas estavam dentro do veículo. “Não sabemos a quantidade de corpos ainda, mas os trabalhos estão sendo feitos. Por conta desse fato, vamos estender as buscas neste domingo”, afirmou o tenente-coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil de Minas Gerais.

Leia a reportagem do UOL >>

Tragédia em Brumadinho: Vale atualiza lista com 305 pessoas não localizadas

A mineradora Vale divulgou uma lista de possíveis vítimas da tragédia em Brumadinho (MG) que ainda não foram contatadas. A empresa diz que o balanço será atualizado conforme as pessoas forem encontradas. A lista mais recente, do sábado (26), tem 305 nomes de funcionários e pessoas da comunidade. A mineradora pede a quem encontrar seu nome na lista para que entre em contato pelo telefone 0800 821 5000. Há também uma lista de pessoas encontradas mortas e de pessoas resgatadas vivas.

Veja lista divulgada pela Vale (de pessoas não localizadas):

  • Adail Dos Santos Junior
  • Adair Custodio Rodrigues
  • Ademario Bispo
  • Adilson Saturnino De Souza

Continue Lendo

Empresário, esposa, dois filhos e nora grávida estão desaparecidos em Brumadinho

A família de um empresário que vive em São José do Rio Pardo (SP) está desaparecida em Brumadinho (MG) desde o rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão da Vale, na sexta-feira (25), segundo amigos e familiares. Até a tarde deste domingo (27), o número de mortes na cidade já havia chegado a 37. Pelo menos 287 pessoas ainda estavam desaparecidas. Dono de uma imobiliária, Adriano Ribeiro da Silva, de 60 anos, estava com a esposa, Maria Lourdes Ribeiro, de 58, seus dois filhos, Camila e Luiz, e a nora, que está grávida de 4 meses e ainda não teve o nome divulgado, passando férias em uma pousada da cidade. O nome do local não foi divulgado.

Risco de novo rompimento é descartado e buscas são retomadas em Brumadinho

A Defesa Civil de Minas Gerais informou neste domingo (27) que as buscas por vítimas da barragem em Brumadinho foram retomadas depois que foi descartado o risco de um novo rompimento de uma barragem de água do complexo da Vale na cidade. As pessoas que foram retiradas de suas casas poderão voltar, afirmou o tenente-coronel da Defesa Civil, Flávio Godinho. Segundo Godinho, a barragem 6 ainda está sendo monitorada e drenada. Os níveis de água continuarão sendo medidos e novos alertas podem ser emitidos em caso de risco.

Leia a reportagem completa do UOL >>

Tragédia em Minas Gerais: Baianos estão entre os desaparecidos em Brumadinho; assista a reportagem

Quatro baianos estão entre os desaparecidos na tragédia de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde um barragem de rejeitos rompeu, na sexta-feira (25), e fez um mar de lama. Segundo familiares, Alex Mário Moraes Bispo, 22 anos, Ademário Bispo, 51, Ednilson Dos Santos Cruz e George Conceição de Oliveira, de idade não informada, trabalhavam em uma terceirizada da Vale, responsável pela barragem, e estavam na empresa no momento do ocorrido. Os nomes deles estão na lista de desaparecidos divulgada pela Vale, neste sábado (26).

Os quatro são do município de Santo Amaro, no recôncavo baiano, e tinham deixado a cidade para trabalhar. Dois deles, Ademário e Alex Mário, são tio e sobrinho. Os dois trabalham como mecânicos de montagem na Vale e estavam na empresa há cerca de 6 meses. Por telefone, o um dos filhos de Admário, e primo de Alex Mário, Natanael Bispo, 21 anos, contou que todos os quatro baianos desaparecidos moram em Mário Campos, município a cerca de 20 minutos de Brumadinho. Os quatro saíram na manhã de sexta para trabalhar e depois da tragédia não fizeram mais contato.

Continue Lendo

Brumadinho tem risco iminente de novo rompimento; comunidades são evacuadas

O Corpo de Bombeiros afirmou, na madrugada deste domingo (27), que existe “risco iminente” de rompimento de outra barragem em Brumadinho (MG). Por volta das 8h, equipes faziam a evacuação de áreas que ficam próximas à barragem 6, também pertencente à Vale, e do centro da cidade de Brumadinho. A corporação informou ainda que subiu para 37 o número de mortes confirmadas por conta do rompimento da barragem na sexta-feira (25). Por conta da ameaça de uma nova ruptura, as buscas por vítimas está suspensa já que as equipes estão priorizando a retirada das famílias na área de risco. 

Leia a reportagem completa do UOL >>

Governo da Bahia disponibiliza forças do estado para apoiar ações em Minas Gerais após tragédia

governador Rui Costa disponibilizou forças do governo baiano para dar apoio nas operações feitas na cidade mineira de Brumadinho, após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale deixar pelo menos 34 pessoas mortas e devastar a região. Em publicação nas redes sociais neste sábado (26), o governador lamentou a tragédia e se solidarizou com os mineiros. “Neste momento de dor e profunda tristeza, quero manifestar solidariedade ao povo mineiro pelo desastre ocorrido em Brumadinho”, disse o petista. Ainda de acordo com ele a disponibilização do apoio foi feita ainda na sexta (25), e o governo baiano está em alerta, caso as autoridades mineiras peçam a presença do efetivo do estado. Esta não é a primeira vez este ano que Rui coloca forças do estado à disposição de outras unidades da federação. No início deste ano. o governador enviou 100 policiais militares baianos ao Ceará para reforçar a segurança após centenas de ataques criminosos no estado.

Tragédia de Brumadinho: Médica é a primeira vítima fatal identificada

Foi identificada na manhã deste sábado a primeira vítima fatal do rompimento da barragem de Brumadinho, Minas Gerais. É a médica do trabalho Marcelle Porto Cangussu. De acordo com informações publicadas em seu perfil no Facebook, a médica havia se formado em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e morava em Belo Horizonte. Até agora, foram confirmados 9 mortos e os bombeiros seguem na busca por possíveis sobreviventes. Mais cedo, a Vale havia publicado uma lista com mais de 400 nomes de funcionários e terceirizados que estavam desaparecidos desde a tragédia. Esse balanço não contabiliza os moradores da região, apenas trabalhadores da mineradora.